O que fazer na Bélgica? Roteiro de 4 dias

9

O que fazer na Bélgica em um roteiro de 4 dias visitando 2 cidades encantadoras que ficam bem pertinho da capital Bruxelas.

Nem só Bruxelas é a responsável pelo encanto que a Bélgica causa.

O país é dono de cidadezinhas encantadoras bem próximas à capital.

Confira as dicas para 4 dias explorando as belezas do país da cerveja e do chocolate.

Bruxelas é a capital da Bélgica e também considerada a capital europeia por ser casa Parlamento Europeu.

É uma metrópole com uma população de 1.8 milhões de habitantes, ou seja, bem estilo cidade grande mesmo.

Me hospedei na capital e consegui nesse roteiro de 4 dias na Bélgica conhecer mais 2 cidades próximas e que valem a pena a visita no país.

Conhece o Airbnb? Reserve através do meu link e ganhe um super desconto na sua primeira reserva!

Confiram o meu roteiro de 4 dias explorando as principais atrações turísticas, na maioria das vezes na caminhada.

Tem o sonho de morar na Bélgica? Descubra como através do treinamento: Como morar na Bélgica.


Está planejando a sua viagem para a Europa? Já contratou seu Seguro Viagem? Ainda não?

Use o cupom de desconto EMBUSCA5 e ganhe 5% de desconto pelo site Seguros Promo


O que fazer na Bélgica?

Dia 1 | Bruxelas

Explore a parte norte de Bruxelas. Existem diversos lugares para conhecer que estão um pouquinho mais distantes do centro, mas estão próximos uns dos outros.

Escolha a sua opção de transporte para chegar até a região e depois explore os pontos turísticos caminhando pelas ruas e parques da Bélgica.

Rota Bélgica

Église de Notre-Dame de Laeken

Roteiro do que fazer na Bélgica
Notre-Dame de Laeken

Eu fiquei encantada com a arquitetura da igreja e com o seu tamanho. Ela foi construída em memória da rainha Loise-Marie, pelo rei Leopond I.

A igreja está aberta para a realização das missas aos sábados às 17h, domingos às 11h15 e quartas e sextas-feiras  às 17h (adoração) e às 17h30 (missa).

Monument à la Reine Astrid

o que fazer na capital da Bélgica
Estátua da rainha Astrid

Construído em homenagem a Rainha Astrid, o monumento conta com uma praça e uma estátua da rainha.

Castle of Laeken

É a residência dos reis da Bélgica e já foi casa de Napoleão Bonaparte.

Koninklijke Serres – Jardim Botânico

Localizado nos parques do Castelo de Laeken, só está aberto para visitação durante 3 semanas do ano entre os meses de abril e maio, durante a primavera. Cada ano o período de abertura do jardim é diferente, fique de olho na agenda do local.

Mais informações no site oficial Monarchie

Pavillon Chinois – Museu de Arte Chinesa

O local está fechado por tempo indeterminado, mas é possível verificar a construção pelo lado de fora.

La Fontaine de Neptune

Apenas para observação, construída em 1903.

Monument Léopold I

o que fazer em Bruxelas
Monumento Leopold I

O monumento fica de frente para o Castelo de Leken;

Eu fiquei curtindo um pouco a paisagem de outono do parque Parc d’Osseghem Laeken e resolvi atravessá-lo andando até o Atomium.

Confesso que é uma boa caminhada até lá, mas o parque é bem bonito e se você não está com pressa, vale a pena a caminhada em meio a natureza.

Atomium e Mini-Europe

Atomium Bruxelas
Atomium Bruxelas

O Atomium impressiona de longe e quanto mais perto eu fui chegando, mais encantada e admirada fiquei com a estrutura moderna da atração. Me senti naqueles filmes futuristas sabe?

A estrutura possui 103 metros de altura e representa a forma de um cristal de ferro ampliado 165 milhões de vezes. E pensar que foi construído no ano de 1958 para a Expo 58 sem a intenção de mantê-lo por mais de 6 meses. Hoje o lugar é uma das principais atrações turísticas da cidade e merece a visita.

Por 15.00 euros você consegue entrar na estrutura metálica e conhecer mais sobre a sua construção, sobre a Expo 58 e outras exposições locais, algumas fixas e outras temporárias.

É possível também comprar um combo e visitar a Mini-Europa por 27.50 euros. A atração fica bem do lado do Atomium, apenas 200 metros de distância.

Belgian Chocolate Village

Bélgica Chocolate
Belgium Chocolate Village – Escultura feita de chocolate no museu do chocolate

Depois da visita ao Atomium peguei um tram em direção à Belgian Chocolate Village que levou 20 minutos.

A entrada ao museu custa 8 euros e você conhece todo o processo de fabricação e história do chocolate, além de ver pés de cacau e poder provar o chocolate fabricado por eles fresquinho.

Mais informações no link Belgian Chocolate Village

Elisabeth Park e Nation Basilica of the Sacred Heart in Koekelberg

O que fazer na Bélgica - Bruxelas
Coreto no Elisabeth Park

Saindo da fábrica, vale fazer uma caminhada e explorar o parque Elisabeth que fica ainda mais lindo no outono. Ande em direção à basílica e visite suas estruturas.

Dia 2 | Antuérpia

Antuérpia Bélgica
Estação de trem de Antuérpia

Faça como eu, use o Booking para encontrar Hostels na Europa:  Hostels em Antuérpia

Eu não fazia ideia de que essa cidade existia, confesso que nunca tinha ouvido falar antes. Nem mesmo nas minhas pesquisas com dicas de lugares para visitar na Bélgica.

Um amigo meu que havia morado na Bélgica por um tempo me deu essa dica, e foi daquelas de ouro!

Eu me apaixonei pela cidadezinha assim que pisei na estação de trem, que cá entre nós é linda!

A cidade conta com lojas, restaurantes, cafés, museus e uma vibe toda especial. É o segundo maior e mais importante porto da europa.

É também conhecida como a terra dos diamantes pois cerca de 80% dos diamantes comercializados no mundo passam por lá em alguma fase de preparação.

Para conhecer melhor a história da cidade, fiz por lá um free walking tour.

Você encontra empresas que fazem esses passeios em diversas cidades da Europa. Basta encontrá-los no lugar e horário combinado. Você não paga para participar, mas é interessante contribuir com uma quantia no final do passeio. Geralmente os tours são feitos em inglês e/ou espanhol.

Em Antuérpia eu fiz pela empresa Vivastour. Dá uma conferida nas cidades em que eles atuam.

Minha sugestão é fazer o tour logo pela manhã, assim você já tem uma ideia melhor dos lugares que quer explorar melhor na cidade.

Estenda a sua visita até o anoitecer, pois a cidadezinha fica ainda mais linda e charmosa.

Turismo na Bélgica
Antuérpia de noite

Aproveite os restaurantes e pubs locais.

A passagem de trem de Bruxelas para Antuérpia cursa 15.40 euros ida e volta.

Faça sua reserva antecipada e evite filas!

Dia 3 | Bruges

Bruges na Bélgica

Faça como eu, use o Booking para encontrar Hostels na Europa:  Hostels em Bruges

Essa foi uma sugestão dada por muitas pessoas. A maioria me falava para dar um pulo na cidadezinha de Bruges.

A passagem de trem de ida e volta custa 15.80 euros e a paisagem do caminho para essa direção é linda. O trem passa por uma área rural que embeleza o trajeto de 1 hora até a cidade.

A empresa Viva tour também opera aqui com caminhadas guiadas gratuitas. Vale a pena!

A cidadezinha parece que parou no tempo. As construções são encantadoras.

Faça também se possível o tour de barco. Custa só 8.50 euros e é uma maneira diferentes de conhecer as construções e a história da cidade.

A cidade conta com diversas chocolaterias. Delicie-se!

Não se esqueça de provar os tradicionais waffles belgas.

Se perca pelas ruazinhas da cidade e observe suas construções. Você vai se surpreender com o que encontrará pelo caminho. Minha dica aqui é: perca-se!

Confira um roteiro completo de 1 dia por Bruges do blog Ares do Mundo!

Faça sua reserva antecipada e evite filas!

Dia 4 | Centro de Bruxelas

Se o seu roteiro é de menos dias, eu sugiro tentar fazer o dia 1 e 4 deste roteiro em um dia só. Pode ficar corrido, mas se você começar cedinho, é possível sim!

Só não pode deixar de conhecer a centrão da cidade mesmo.

Rota Bélgica Centro

Royal Palace

Royal Palace Bélgica
Jardim do Royal Palace

É o palácio oficial da realeza. A família real não vive aqui, mas este é o local onde o rei lida com negócios do Estado.

Para verificar os dias em que o palácio está aberto para visitação, consulte o link Royal Palace

Eglise Notre Dame du Sablon

Possui uma arquitetura externa incrível com um interior ainda mais cheio de detalhes. É uma igreja que era frequentada pela nobreza de Bruxelas no século XV.

Place du jeu de balle  

Centro de Bruxelas
Mercado de antiguidades de rua na Bélgica

É uma praça onde acontece um mercado aberto de antiguidades, um tipo de Flea Market.

A praça é cercada por construções antigas e cafés/restaurantes.

Halle Gate

A estrutura é o que sobrou de um dos portões da cidade medieval fortificada.

Dentro da estrutura nos dias atuais funciona um museu.

O ticket custa 5 euros, porém em toda primeira quarta-feira de cada mês a entrada é gratuita a partir das 13h.

Grand Place

Grand Place Bruxelas
Grand Place durante a noite

É a praça central de Bruxelas e está na lista de patrimônio mundial da UNESCO.

Que lugar incrível! A arquitetura dos prédios que rodeiam a praça impressionam.

Eu fiquei encantada com os detalhes todos e ainda mais com a energia do lugar, que é bem forte!

Visite durante o dia e ao anoitecer! Iluminada fica ainda mais mágica.

Manneken Pis

Manneken Pis Bélgica
Estátua do famoso Manneken Pis

É uma das marcas registrada de Bruxelas. A maioria das lembrancinhas que você irá encontrar são uma réplica dessa fonte.

É uma pequena fonte de bronze de 61 centímetros de um menino urinando. A atração fica em uma esquina do centro e ninguém sabe ao certo qual foi a inspiração do seu criador.

Jeanneke-Pis

É a versão feminina do Manneken Pis. Foi criada bem depois e acredita-se que tenha sido colocada em um lugar estratégico para atrair mais turistas.

Delirium Bar

O bar é conhecido por sua vasta lista de cervejas. Cerca de 2.004 diferentes marcas de 60 diferentes países reunidas em um só lugar.

O lugar é enorme, com diferentes ambientes e está sempre cheio.

Minha dica: experimente as deliciosas cervejas do local e enrole até o dia escurecer. Depois disso vá para Grand Place novamente para observar as construções com as luzes acesas.

CONTRATE ALGUNS PASSEIOS COM ANTECEDÊNCIA E EVITE FILAS!


O bom da Bélgica é que não existe época certa para explorar as belezas do país.

As atividades podem mudar um pouco, mas você conseguirá aproveitar o país durante as 4 estações do ano.

Agora que você já sabe o que fazer na Bélgica… E aí, bora fazer as malas?

Te ajudo a não deixar nada faltar na sua mala usando esse Checklist de viagem internacional

Entenda melhor como funciona um Seguro de Viagem para a Europa

9 COMENTÁRIOS

  1. Eu amo a Bélgica, especialmente por causa das cervejas e cervejarias de lá. Mas lendo o seu post eu vi que tem muito lugar bonito pra ser visitado ainda. Pena que fui ao país com muito pouco tempo pra aproveitar melhor minha visita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui