Morar na Espanha | Motivos que me fizeram tomar esta decisão

0
Morar na Espanha

Neste artigo eu quero contar um pouco da minha história com o espanhol e o porquê de eu ter finalmente decidido morar na Espanha.

A decisão de estudar espanhol

A minha prioridade sempre foi estudar o inglês e eu conto mais para vocês sobre a minha experiência de intercâmbio na Austrália em uma série de artigos que eu escrevi sobre o assunto e vocês podem começar lendo este aqui: Por que eu escolhi a Austrália para fazer meu intercâmbio?

Depois de morar na Austrália para aprender o inglês, eu resolvi me aventurar na Ilha de Malta com a ideia de utilizar o meu idioma novo para trabalhar e ao mesmo tempo conhecer as belezas naturais desse país tão lindo.

Durante os 8 meses que passei por lá e mais o mês extra de eu fiz o meu mochilão pela Europa por 7 países, eu me convenci de que eu deveria dedicar um tempo para estudar o espanhol.

Eu conheci diversas pessoas falantes do idioma, morei com venezuelanas, no bar em que eu trabalhava, muitos dos clientes eram espanhóis e como no futuro o meu projeto de vida é abrir um hostel, nada mais justo do que dedicar um tempo para aprender um novo idioma.

E foi assim que eu decidir estudar espanhol.

Por que a Espanha?

Por que Espanha?

Primeiro que o fato de a Europa ser pequena e me dar a oportunidade de poder viajar e conhecer diferentes países e culturas de maneira fácil e barata me enche os olhos.

Segundo que por ter a cidadania portuguesa (veja se você tem direito), eu não tenho que me preocupar com vistos e tenho a oportunidade de poder trabalhar em qualquer país da união européia sem maiores problemas e complicações.

Comecei então a buscar cursos e cidades da Espanha para viver essa experiência.

Tem um detalhe extra aqui também que só as pessoas meio malucas como eu vão se identificar e entender. Eu também tenho descendência espanhola e o fato de conhecer e viver por um tempo em um país de onde vieram os meus antepassados enchia os meus olhos.

Por que Salamanca?

Aprender Espanhol em Salamanca
Vista da Catedral desde a margem do Rio Tormes

 

Eu confesso que minhas pesquisas estavam centralizadas na região sul do país já que a ideia era morar na Espanha por um tempo mínimo de 4 meses.

Isso por conta do clima e também pelo fato de ser uma grande amante de praias. Comecei pesquisando por escolas e preços de cursos de espanhol.

Comentei com uma prima minha que já tinha feito um intercâmbio na Espanha e ela me indicou a cidade que ela havia ficado que é Salamanca.

Comecei a pesquisar por escolhas de espanhol ali então e já percebi que os valores eram muito mais em conta.

Ela havia comentado também que durante a sua estadia na escola, ela tinha conhecido a meninas que faziam um tipo de programa na escola onde você trabalhava algumas horas do seu dia em troca das aulas de espanhol.

Logo enviei um email para a escola, que se chama ISLA, com o meu currículo e contando um pouco mais da minha experiência de trabalho e de vida e falei do meu interesse em trabalhar em troca das aulas de espanhol.

Tudo isso com cerca de 6 meses de antecedência.

Eles me responderam de forma positiva e logo eu comecei a planejar para viver esta aventura.

Qual a minha primeira impressão da cidade?

Salamanca é uma cidade histórica e suas construções impõem respeito desde a primeira vista.

É uma cidade patrimônio da UNESCO muito conhecida por sua catedral, sua praça central (Plaza Mayor) e sua ponte romana histórica.

A cidade consegue misturar toda essa carga histórica com atividades noturnas que enchem as ruas de jovens universitários de quinta a domingo.

Se você é daqueles que curte sair caminhando sem destino por aí, Salamanca é perfeita!
Você vai descobrir cantinhos escondidos e por ser pequena, com um pouco de disposição poderá conhecer os 4 principais cantos da cidade.

Por ser uma cidade pequena, meu primeiro pensamento depois de um mês por aqui foi: Como as pessoas conseguem passar a vida inteira por aqui?

Mas tudo isso porque eu ainda não tinha uma rotina na cidade e os lugares turísticos a visitar logo se acabam.

Com o tempo, fui criando uma rotina de trabalho e estudos e percebendo como é bom viver em um lugar tranquilo onde tudo é perto, onde me sinto segura e onde me encanto com a beleza das construções e da cidade a cada nova caminhada.

E a ideia de morar na Espanha foi criando forma na minha cabeça.

Por que então eu tomei a decisão de morar na Espanha?

Como morar na Espanha?
Plaza Mayor durante as Festas de Setembro de Salamanca

 

Aqui na Espanha consegui uma oportunidade de trabalho que eu vinha buscando há um tempo.

Queria algo mais tranquilo do que vinha sendo as minhas experiências anteriores trabalhando em bares e restaurantes. Buscava algo que me proporcionasse uma vida mais confortável onde eu pudesse pagar por um aluguel de uma casa só minha e que a qualidade de vida fosse alta com um custo de vida não tão elevado.

A oportunidade caiu como uma luva.

Salamanca possui um custo de vida super baixo comparado com outras cidades europeias, é segura e tem tudo o que eu buscava para ter uma vida mais tranquila.

Confesso que falta uma coisa para tornar a cidade 100% para mim: uma praia. A mais próxima fica em Portugal e está a 3 horas de distância de carro.

É uma cidade que não está localizada na costa da Espanha e fica ao norte do país. Já sei que o frio vai pegar para mim aqui, mas eu estou preparada para encarar esta experiência.

Apesar de ser uma cidade pequena, tem sempre alguma coisa acontecendo. A Plaza Mayor é palco de diversos festivais, shows e eventos da cidade. Sempre existe algo diferente acontecendo para ver!

Como é a minha rotina depois que decidi morar na Espanha?

Espanhol na Espanha
Na entrada da escola onde eu trabalho: ISLA

 

Eu aluguei um apartamento que está localizado a 20 minutos andando da escola onde eu trabalho.

O meu horário de trabalho segue o padrão das cidades pequenas da Espanha onde tudo fecha por um certo período da tarde para a cultural siesta.

A maioria dos comércios, farmácias, bancos e alguns mercados fecham todos os dias, inclusive nos finais de semana, das 14:00 às 17:00.

Na escola eu trabalho das 10:00 às 14:00 e depois faço um segundo turno das 16:00 às 18:00.

Confesso que foi estranho no começo, mas logo eu me acostumei e hoje em dia eu gosto de ter essa pausa, poder ir pra minha casa, comer algo e descansar um pouco caso sinta a necessidade. Nem dá pra aproveitar essas horinhas para fazer compras e resolver coisas, pois como eu disso, tudo está fechado.

Tenho os finais de semana livre e isso é algo que eu já não estava mais acostumada nesse ultimo anos vivendo em outros países.

Enfim as coisas todas foram acontecendo até eu tomar a decisão de morar na Espanha de acordo com o que eu tinha pedido e planejado para mim.

Antes de vir para a Espanha eu fiz o exercício de autocoaching: Carta do Futuro | de você pra você mesmo, onde você escreve como você se vê no futuro e se parabeniza por ter alcançado todos os seus objetivos.

Exatamente TUDO o que eu escrevi na carta está acontecendo. Eu abri a carta depois 3 meses e nem tudo havia acontecido ainda, mas pouco a pouco as coisas foram acontecendo e caminhando na direção dos objetivos que eu escrevi.

Te convido a realizar esse exercício!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui